terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Eu te amo! (Larissa Rocha)


 
Ouso chamar teu nome com carinho
E pronuncio baixinho
Eu te amo!
 
A noite é testemunha silenciosa
De minha confissão medrosa
Eu te amo!
 
Sonhando em tocar teu coração
Sussurro como uma oração
Eu te amo!
 
São três palavras proibidas
Que mudariam nossas vidas
Eu te amo!
 
Sei que o mesmo não deves sentir
Por favor, perdoe-me por repetir
Eu te amo!
 
Imagino se nesse instante
Respondes-me com um distante
Eu te amo.
 
 
Mais poemas meus em >> http://www.astormentas.com/PT/par/poemas/Larissa%20Rocha


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não tenho ambições nem desejos.
Ser poeta não é uma ambição minha,
É minha maneira de estar sozinho.
(Fernando Pessoa)