quarta-feira, 4 de julho de 2012

O legítimo pedido (Raquel Mesquita)



Faço-te um pedido,
Faz-me o favor de o cumprires!
Peço-te…
Quando te lembrares de mim,
Esquece-me por mais uns anos!
A nossa beleza está em não nos falarmos…
E dar-mos ao silêncio o triunfo da sua sabedoria.
Ver,
Não dizer uma palavra,
Reter as lembranças…
E deixar a imaginação cuidar do futuro.
É só o que te peço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não tenho ambições nem desejos.
Ser poeta não é uma ambição minha,
É minha maneira de estar sozinho.
(Fernando Pessoa)