sábado, 10 de janeiro de 2015

Ballerina (Larissa Rocha)

Olá pessoal! 2015 finalmente chegou no blog, gostaria de desejar um ótimo ano para todos e dizer que não abandonei o blog não, as postagens estão menos frequentes por causa da faculdade que tem tomado uma grande parte do meu tempo.
O primeiro poema do ano é um poema meu em homenagem a todas as bailarinas, e em geral, a maravilhosa arte de dançar! 



"Voar sempre, cansa - 
por isso ela corre 
em passo de dança" 
(Eugénia Tabosa)

Ela é um anjo na ponta dos pés
Ela é um anjo, de asas fortes e elegantes,
Com movimentos belos e graciosos
Em cima do palco, ela tem olhos brilhantes.

Ela é um anjo que pode dançar
Tem o poder de encantar toda a gente
Com seus saltos e piruetas, está quase a voar
E nada nunca a fez tão contente!

O vídeo a seguir é uma performance da minha bailarina preferida, Svetlana zakharova, vale a pena conferir: 


Para mais poemas meus clique aqui


"Perdido seja para nós aquele dia em que não se dançou nem uma vez!"
(Friedrich Nietzsche) 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não tenho ambições nem desejos.
Ser poeta não é uma ambição minha,
É minha maneira de estar sozinho.
(Fernando Pessoa)