terça-feira, 20 de dezembro de 2011

A pensativa

Esse é um trecho da poesia "A pensativa"de Almeida Freitas (1828-1892). Poeta baiano (meu conterrâneo) que fez parte junto com Álvares de Azevedo da fase do ultrarromantismo brasileiro. Almeida Freitas Viveu louco muitos anos.





"Só um olhar por compaixão te peço,
Um olhar...mas bem lânguido, bem terno...


Quero um olhar que me arrebate o siso,
Me queime o sangue, m´escureça os olhos,
Me torne delirante
!"
(Almeida Freitas)

2 comentários:

  1. Oi onde posso encontrar informacoes biográfica sobre esse autor? Tenho muita curiosidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ja tentou procurar no google? pode achar muita informação por lá :)

      Excluir

Não tenho ambições nem desejos.
Ser poeta não é uma ambição minha,
É minha maneira de estar sozinho.
(Fernando Pessoa)